O perdão para todo fim


Não estamos mais presos um ao outro. Já podemos seguir os nossos caminhos. O perdão já passou por aqui. Me perdoei por meus erros antigos, e até pelos que não cometi. Também te perdoei pela redoma de controle que você me colocou, e como num ato de auto-flagelo, eu aceitei. 

Não aguento mais tanta dor. Não aceitarei mais me sentir como me sinto diante da sua impossibilidade de me fazer feliz. O que me faz feliz, você ainda não compreende. Eu não consigo mais caber neste espaço que você deseja me manter. 

Você me disse esses dias, uma constatação sua, que um tanto me fez pensar: "Estamos presos um ao outro". E como num balão sem possibilidades de voar, carreguei essa frase nos meus ombros até chegar em casa. Peguei uma tesoura e cortei os fios que nos prendem. A cada corte, um lamento. A cada corte, um perdão. A cada corte, uma gratidão. A cada corte, o amor livre se fez presente.

Não há mais nada o que nos arrame, o amor é libertação e não prisão. Afinal eu não preciso mais me castigar dessa forma, e também não posso mais suprir as faltas da sua vida. Não se trata de radicalismo e sim de sensatez e cuidado comigo mesma. O tempo que precisávamos para encontrar as respostas já foi o suficiente. Não existem mais dúvidas, apenas caminhos a serem seguidos.

Eu não consigo entender como, mesmo diante de tanta dor da minha parte, você continua agindo da mesma forma. Onde está o amor? A prioridade continua sendo você, suas dificuldades são as maiores, suas necessidades são tão grandes que vivem de impulsos, impulsos estes que trabalham ao seu favor. Mas quando precisa ser racional, você consegue ser de forma impecável. Agora chegou a hora de eu também respeitar a mulher que sou. Eu não mais permitirei seguir com o que me maltrata e contribui com a minha escassez.

A libertação aconteceu. Cortei cada fio como prova de amor a você, e também como respeito a mim mesma. Não estamos mais presos um ao outro. Agora já podemos viver sem culpa. Quem sabe um dia, poderemos viver com a leveza que a felicidade propõe, diante das pequenas nuances da vida. Culpa, dor, prisão, cansaço e tristeza, não combinam em nada com o amor que sinto por você.

"Essa é a minha contribuição à tua saúde emocional que é a mesma minha. Então esteja bem. E na medida em que tu vais te curando, eu sinto muito pelas memórias de dor que compartilho contigo. Te peço perdão por unir meu caminho a ti para curar. Te dou as graças porque estás aqui por mim e eu te amo por ser quem és."     -     (Oração do perdão e limpeza de memórias | Ho'pononopono)


Comentários